Notícias

11/01/2019 10:42:32

Advogado diz que João de Deus se sente injustiçado por seguir preso e está debilitado: ‘Farrapo humano’

Advogado diz que João de Deus se sente injustiçado por seguir preso e está debilitado: ‘Farrapo humano’

O advogado de João de Deus, preso há 26 dias acusado por crimes sexuais durante tratamentos espirituais, afirmou que o médium se sente injustiçado por continuar preso e está debilitado, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. Alberto Toron disse ao G1, nesta sexta-feira (11), que o cliente está um “farrapo humano”.

“Ele está debilitado. Reagiu à notícia com tristeza. Apoia-se na sua infinita fé e se sente injustiçado. Agora está andando com uma bengala improvisada, fala para dentro e muito baixo. Cabeça baixa, barba por fazer, cabelo despenteado. Um farrapo humano”, afirmou o advogado.

Alberto Toron disse que esteve com o médium na quinta-feira (10), após o julgamento do habeas corpus dele ter sido suspenso no Tribunal de Justiça de Goiás. Isso ocorreu porque um dos desembargadores pediu mais tempo para analisar o caso. João de Deus está preso no Núcleo de Custódia, em Aparecida de Goiânia, desde o último dia 16 de dezembro.

Entenda a situação de João de Deus:

Ação na Justiça: João de Deus já virou réu após denúncia do Ministério Público por violação sexual e estupro de vulnerável (o processo cita 4 vítimas);
Investigação: a Polícia Civil indiciou o médium por apenas um caso de violação sexual mediante fraude. O caso é mesmo já incluído na denúncia do MP. Agora, ele foi indiciado outra vez pelo mesmo crime;
Investigação: a polícia também indiciou João de Deus por posse ilegal de armas. O MP deve analisar o caso e decidir se apresenta denúncia à Justiça.
Advogado Alberto Toron durante julgamento de habeas corpus no TJ de Goiás — Foto: Patrícia Bringel/TV Anhanguera Advogado Alberto Toron durante julgamento de habeas corpus no TJ de Goiás — Foto: Patrícia Bringel/TV Anhanguera
Advogado Alberto Toron durante julgamento de habeas corpus no TJ de Goiás — Foto: Patrícia Bringel/TV Anhanguera

Julgamento do habeas corpus

A 1ª Câmara Criminal começou a julgar o habeas corpus de João de Deus na quinta-feira. O Ministério Público emitiu um parecer contrário ao habeas corpus. O relator do processo, Nicomedes Domingos Borges, acompanhou a posição do órgão e votou contra a liberdade do médium. Outros três desembargadores seguiram a mesma posição do relator.

Porém, o último desembargador, Sival Guerra Pires, pediu vistas do processo para que ele tivesse mais tempo para analisar o caso. Com isso, o julgamento fica suspenso por tempo indeterminado. Assim, o médium seguirá preso em Aparecida de Goiânia.

O advogado do médium, Alberto Toron, disse que sustenta dois argumentos para pedir o habeas corpus. "Primeiro é os fundamentos da prisão não a justificam. Não houve ameaça a vítimas, até porque elas não foram identificadas. E, em segundo lugar, não houve movimentação financeiras das contas", disse. Além disso, reforça que existem outras alternativas ao encarceramento, como a prisão domiciliar.

Armas e dinheiro achados no quarto de João de Deus — Foto: Murillo Velasco/G1 Armas e dinheiro achados no quarto de João de Deus — Foto: Murillo Velasco/G1
Armas e dinheiro achados no quarto de João de Deus — Foto: Murillo Velasco/G1

Segundo indiciamento

Também na quinta-feira, o médium também foi indiciado pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo e outro abuso sexual. Além de João de Deus, a mulher dele, Ana Keyla Teixeira, também foi indiciada por posse de arma.

"A força-tarefa da Polícia Civil encerrou todos os seus procedimentos porque já foram indicados em dois [casos] por posse ilegal de arma tanto o João de Deus, como a esposa dele, Ana Keyla, uma vez que ambos moram nas mesmas residências, tanto de Abadiânia, como Anápolis. Nas duas cidades houve apreensão de armas de fogo", afirmou a delegada Karla Fernandes.

Agora, os inquéritos são enviados para o Poder Judiciário, que encaminha para análise do Ministério Público, que pode oferecer a denúncia, pedir o arquivamento ou solicitar novas diligências policiais. Se houver denúncia, a Justiça pode aceitá-la ou não. Aceitando, o denunciado vira réu e será condenado ou absolvido pela Justiça.

Sobre as armas, um dos advogados de João de Deus, Alex Neder, disse que o médium relatou em depoimento à polícia, na cadeia, que as armas eram de pessoas que queriam tentar se matar ou como “garantia” de empréstimos.

Situação atual

Confira fatos importantes do caso citados do mais recente para o mais antigo:

Juíza aceitou denúncia contra João de Deus e ele se tornou réu por abusos sexuais no dia 9 de janeiro;
João de Deus teve R$ 50 milhões bloqueados em dinheiro e imóveis no dia 9 de janeiro;
O MP-GO recorreu, no TJ-GO, de decisão que determina prisão domiciliar de João de Deus por posse de arma, em 29 de dezembro. Ainda não há nova decisão;
João de Deus teve habeas corpus negado no TJ-GO e STJ em dezembro. Ele ainda aguarda decisão do STF;
Médium é investigado pelos crimes de abuso sexual, violação sexual mediante fraude e posse ilegal de arma de fogo.

G1



Voltar

Entrevistas

  • Posse da Dra. Suellen Rabelo Dutra na Comarca de Tupanciretã
    • Posse da Dra. Suellen Rabelo Dutra na Comarca de Tupanciretã

    • 18/01/2019 11:05:04
  • Posse da Dra. Suellen Rabelo Dutra na Comarca de Tupanciretã
    • Posse da Dra. Suellen Rabelo Dutra na Comarca de Tupanciretã

    • 18/01/2019 11:03:18
  • Posse da Dra. Suellen Rabelo Dutra na Comarca de Tupanciretã
    • Posse da Dra. Suellen Rabelo Dutra na Comarca de Tupanciretã

    • 18/01/2019 11:01:19

Últimos recados

    • 27.12.2018
    • Marizane Rodrigues
    Quero desde já desejar um Feliz 2019 aos meus conterrâneos desta terra amada!Que Deus nos abençoe,dê força e coragem para enfrentarmos as batalhas que estão por vir,e que tenhamos mais amor e paciência uns com os outros!Um beijo muito especial com todo meu carinho à minha mãe Iolanda e minha irmã querida,a Maura do Bairro Elizabeth!
    • 22.12.2018
    • ilza jussara demiranda
    bom dia,oferecer musica banda calmon p minha irma Iara de Miranda q veio passear la do mato grosso passar as festas, tbm p elenir maidana erick, seu nicanor( sao domingos) todos meus familiares, Boas festas a todos, saude e harmonia. ,
    • 12.12.2018
    • Luiz Fernando Messias
    A radio mais ouvida em Palmas - Tocantins
    • 29.11.2018
    • Marlon
    Rádio Tupã sempre trazendo as mais importantes informações.
    • 08.10.2018
    • MARIZANE RODRIGUES
    Muito bom poder ouvir a rádio Tupa e matar a saudade da minha terra natal!
    • 27.09.2018
    • Candida Marilda Amaral da Silveira
    Bom dia Miguel, estamos aqui no Escritório Gastaldo Contabilidade trabalhando e curtindo a radio tupã, que sempre nos traz musicas maravilhosas e nos atualizando nas noticias locais e da região!

Categorias