Notícias

12/08/2019 08:20:47

Dívida do governo do RS com precatórios atinge R$ 15,7 bilhões

Dívida do governo do RS com precatórios atinge R$ 15,7 bilhões

Motivo de angústia para milhares de credores, a dívida do Estado com precatórios voltou a crescer, mas em ritmo menor do que no último ano. Em julho, incluindo débitos já registrados para pagamento no orçamento de 2020, o passivo atingiu a marca de R$ 15,7 bilhões, quase quatro vezes o valor previsto para a saúde em 2019. São 60,2 mil títulos à espera de quitação, 2,9 mil a mais do que no ano passado.

Em termos reais (descontada a inflação), o montante avançou 1,5% em relação a 2018, quando a variação foi de 19% na comparação com 2017. A queda no percentual indica, na avaliação da juíza Alessandra Bertoluci, coordenadora da Central de Conciliação e Pagamento de Precatórios do Tribunal de Justiça (TJ), que o passivo começa a se estabilizar.

O resultado é atribuído a um conjunto de fatores, desde a redução gradativa da onda de sentenças decorrentes das leis Britto até os acordos de conciliação e compensação firmados pelo governo.

Apesar disso, as preocupações diante do saldo devedor persistem. Por exigência da emenda constitucional nº 99, de 2017, a conta precisa ser zerada até 2024.

Em razão da crise nas finanças, o governo do Estado vem destinando, desde 2010, o equivalente a 1,5% da receita corrente líquida (RCL) para atender precatoristas, o que dá em torno de R$ 50 milhões por mês. Nesse ritmo, ressalta Alessandra, o débito será liquidado somente em 2045.

– Mesmo que a dívida pare de crescer na velocidade registrada em anos anteriores, o que é uma boa notícia, temos um desafio enorme pela frente. A PGE (Procuradoria-Geral do Estado) vem fazendo um bom trabalho, mas o governo precisa, de alguma forma, ampliar os valores. É importante lembrar que não estamos falando apenas de números, mas de pessoas. Muita gente aguarda o dinheiro há anos – argumenta a juíza.

Em janeiro, com base em resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o presidente do TJ, Carlos Eduardo Zietlow Duro, determinou o aumento dos repasses estaduais para R$ 240 milhões mensais. Sem recursos suficientes em caixa, o governador Eduardo Leite não atendeu à exigência.

A contenda levou ao bloqueio das contas, mas a decisão não durou nem 24 horas.

No mesmo dia, a PGE pediu a suspensão da medida junto ao Supremo Tribunal Federal e obteve liminar favorável. De lá para cá, não ocorreram mais sequestros, e os valores seguem os mesmos.

A situação preocupa o vice-presidente da Comissão de Precatórios da Ordem dos Advogados do Brasil no Estado (OAB-RS), Ricardo Bertelli, que também é assessor jurídico do Sindicato dos Servidores Públicos Aposentados e Pensionistas do Rio Grande do Sul (Sinapers). Como alternativa, Bertelli aponta duas saídas: o reforço na Câmara de Conciliação, que negocia a quitação de títulos com deságio de 40%, e a busca de empréstimo por parte do Piratini.

– A emenda nº 99 autoriza o Estado a fazer financiamento para pagar a dívida, mas, até agora, não tive conhecimento de qualquer esforço nesse sentido. A realidade é que os precatórios nunca foram prioridade para nenhum governo, tanto que a resolução do problema vem sendo adiada há anos – lamenta Bertelli.

 

GAÚCHA ZH



Voltar

Entrevistas

  • Dionilso Mateus Marcon, Deputado Federal. Fala sobre a entrega de uma patrulha agrícola no valor de 170 mil para uso em 10 associações, as máquinas já foram compradas.
    • Dionilso Mateus Marcon, Deputado Federal. Fala sobre a entrega de uma patrulha agrícola no valor de 170 mil para uso em 10 associações, as máquinas já foram compradas.

    • 21/08/2019 10:14:54
  • Simone Mai, Extensionista da Emater Tupanciretã e Pedro Celso Soares, Colaborador do projeto “Caminho Solidário”. Falam sobre Projeto “Caminho Solidário” avisam as lideranças das Comunidades para vir buscar suas placas. A partir do início do mês de setembro, na Emater.
    • Simone Mai, Extensionista da Emater Tupanciretã e Pedro Celso Soares, Colaborador do projeto “Caminho Solidário”. Falam sobre Projeto “Caminho Solidário” avisam as lideranças das Comunidades para vir buscar suas placas. A partir do início do mês de setembro, na Emater.

    • 21/08/2019 09:35:18
  • Previsão de Tempo para esta quarta-feira(21).
    • Previsão de Tempo para esta quarta-feira(21).

    • 21/08/2019 08:54:58

Últimos recados

    • 16.07.2019
    • Alberto Henrique Gress
    Adroaldo Ribeiro de Moura, perdeu seus documentos, e está comigo no mercado Gress, Favor quem ver ele comunique o, obrigado !
    • 05.07.2019
    • Nicole Castanho
    Oraides Castanho, hoje você comemora 80 anos de vida. Certamente foram muitas experiências vividas, momentos bons e ruins. Você é uma pessoa iluminada e que merece sempre o melhor. De suas filhas Sara, Joce e Noeli e de seus genros e netos. Meu parabéns, te amamos!
    • 20.06.2019
    • isabel rum.
    uma musica AMAR COMO JESUS AMOU COM PADRE ZEZINHO.
    • 09.04.2019
    • Marizane Rodrigues
    Quero desejar tudo de melhor que a vida possa oferecer à minha mãe Iolanda e minha irmã Maura,que moram no bairro Elizabeth;amo muito vocês duas e sinto muita saudades! Marizane Rodrigues
    • 27.12.2018
    • Marizane Rodrigues
    Quero desde já desejar um Feliz 2019 aos meus conterrâneos desta terra amada!Que Deus nos abençoe,dê força e coragem para enfrentarmos as batalhas que estão por vir,e que tenhamos mais amor e paciência uns com os outros!Um beijo muito especial com todo meu carinho à minha mãe Iolanda e minha irmã querida,a Maura do Bairro Elizabeth!
    • 22.12.2018
    • ilza jussara demiranda
    bom dia,oferecer musica banda calmon p minha irma Iara de Miranda q veio passear la do mato grosso passar as festas, tbm p elenir maidana erick, seu nicanor( sao domingos) todos meus familiares, Boas festas a todos, saude e harmonia. ,

Categorias